SÃO PAULO, 18 de dezembro de 2018
Av. Francisco Matarazzo, 1752
cj. 1908 - Perdizes - São Paulo/ SP
SEG / SEX, 08h30 - 19h00
JGG na mídia
Beneficiários órfãos: ANS decide fechar Unimed Guarujá

Beneficiários da Unimed Guarujá têm até o dia 9 de fevereiro para mudar de plano de saúde. A decisão partiu da Agência Nacional de Saúde Suplementar, a ANS, em função dos problemas financeiros da operadora.

A Unimed garante que irá ajudar todos os clientes na portabilidade, entretanto, o advogado Alexandre Jubran, do escritório Jubran, Galluzzi & Gonçalves chama a atenção para o descumprimento de diversos direitos legalmente garantidos as 16 mil pessoas que em breve ficarão órfãs de uma assistência à saúde.

Jubran ainda lembra que nesse cenário existe um agravante: “muitos beneficiários não conseguirão migrar para outras operadoras sem o cumprimento de novas carências, em decorrência de doenças preexistentes, gravidez, ou mesmo pessoas de idade avançada que dificilmente terão aceitação em outras operadoras”, completa.

Especializado em direito da saúde, o escritório Jubran, Galluzzi & Gonçalves Advogados conseguiu diversas decisões judiciais importantes em face da Unimed Paulistana, que no final de 2015 passou pela mesma situação.

O especialista acha abusivo esse modelo de acomodar clientes em planos mais dispendiosos e com rede inferior. “Passamos a propor diversas ações requerendo a manutenção das condições contratuais inicialmente firmadas, especialmente no que se refere a rede credenciada e valores pagos”, aponta Dr. Alexandre.

Fonte: Revista Melhores Práticas – http://revistamelhorespraticas.com.br/novo2015/radar-sel?cod=46

Veja também
JGG NA MíDIA RELACIONADOS
JGG na mídia
Erro médico provoca sequelas e disparada de processos na Justiça
Ler matéria
Compartilhar com
JGG na mídia - Notícias
Planos de saúde não podem mais limitar sessões de psicoterapia; entenda
Ler matéria
Compartilhar com
JGG na mídia
Reclamações contra planos de saúde aumentam em 2015
Ler matéria
Compartilhar com
JGG na mídia
Beneficência Portuguesa é condenada a pagar indenização de R$ 100 mil a cliente
Ler matéria
Compartilhar com